Economia

CANNES LIONS

Brasil já chega perto da marca de cem Leões em Cannes

Resultado deixa País em condições de superar recorde de prêmios do ano passado

fernandoscheller

18 Junho 2014 | 14h53

Leão de Ouro: campanha da Leo Burnett modificou cartas de suicídio

O Brasil conquistou mais 39 Leões, em quatro categorias, nesta quarta-feira no Cannes Lions – Festival Internacional de Criatividade. O resultado deixa as agências brasileiras com um total de 97 Leões, não muito longe do recorde estabelecido no ano passado, de 115 prêmios. O Estado é o representante oficial de Cannes Lions no País.

Neste ano, as agências com os maiores números de Leões são a FCB – que recebeu o Grand Prix em Mobile (publicidade para dispositivos móveis) – e a Leo Burnett Tailor Made.

Como de costume, o desempenho em Press Lions (mídia impressa) foi forte. Foram 22 Leões ao todo. Os dois ouros foram para a Leo Burnett Tailor Made para uma peça para o Centro de Valorização da Vida (CVV) e AlmapBBDO para uma campanha para a Bayer.

A campanha para o CVV reescreveu cartas reais deixadas por suicidas, modificando as histórias. Segundo Marcelo Reis, vice-presidente de criação da Leo Burnett Tailor Made, a entidade é cliente da agência há mais de dez anos e os trabalhos costumam ser esporádicos. “Mas tivemos essa ideia e conseguimos fazer a campanha para falar de um tema importantíssimo.”

As pratas em Press foram para Leo Burnett e Publicis. Os demais leões foram de bronze: AlmapBBDO (seis), Young & Rubicam (quatro), Leo Burnett (quatro), Borghi/Lowe (dois), DM9DDB e Talent.

Em Cyber, foram 11 Leões, sendo seis pratas. Duas foram para a FCB Brasil. As demais ficaram com Ogilvy, Loducca, Leo Burnett e JWT. A FCB recebeu ainda dois bronzes. Os demais foram para Loducca, DM9DDB e Almap.

Para campanhas veiculadas em rádio, foram mais três prêmios: Leo Burnett Tailor Made (Vem pra Rua, da Fiat) e DM9DDB (para a Anistia Internacional) ganharam pratas. Uma peça da Ogilvy para a Revista Billboard levou um bronze.

Em Design Lions, foram uma prata (Ogilvy, para a associação de combate ao câncer Graac) e bronzes para JWT Brasil (Tramontina) e Young & Rubicam (Ipê – Instituto de Pesquisas Ecológicas).

Mais conteúdo sobre: