As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vão mudar o nome da Praça da Sé

A Praça da Sé, o marco zero da cidade de São Paulo, com certeza é mais importante do que qualquer cardeal ou padre! Por isso é um crime essa ideia de mudarem o nome dela!

Antonio

19 Dezembro 2017 | 10h59

Pasme! A Câmara Municipal vai mudar o nome da Praça da Sé. Isso mesmo! A Câmara Municipal vai mudar o nome da Praça da Sé!

É completamente sem sentido, mas vão fazer, da mesma forma que mudaram o nome do Minhocão e o rebatizaram com o nome de um político menor, absolutamente insignificante dentro da história do Brasil.

Lamentavelmente, as noções de urbanismo, história, sociologia e política dos vereadores são as mais limitadas e o interesse dos Edis passa muito mais por outras partes do corpo, bem longe do cérebro.

Suas Excelências não têm a menor noção de nada, muito menos do que querem dizer os símbolos de uma sociedade. Os marcos que a distinguem física e eticamente, que embasam seus princípios, que moldam a moral e os padrões de comportamento da população.

A questão não é se D. Paulo Arns merece ser praça ou não. A questão é que a Praça da Sé é muito maior do que qualquer cardeal ou padre ou quem quer que seja na história de São Paulo.

Se fosse para homenagear religiosos, com certeza o Santo Padre Anchieta estaria na sua frente, até porque é santo e foi ele um dos que desbravou o local. Nóbrega também viria antes porque foi quem autorizou o padre Leonardo Nunes a subir a serra e instalar os jesuítas em Piratininga. Antonio Vieira viria antes porque lutou o bom combate contra os poderosos muito antes do Cardeal Arns.

Mas o grande motivo para não se fazer isso é que não se mudam os marcos das cidades. E a Praça da Sé é o marco zero. O ponto que serve de referência a todas as distâncias e aos números de todas as ruas. Mudar o nome da Praça da Sé é mais que estupidez, é um crime contra São Paulo.