Precisamos respeitar e valorizar a diversidade da vida

Precisamos respeitar e valorizar a diversidade da vida

Wal Flor

07 Junho 2017 | 15h07

Desde 1972, o dia 5 de junho é considerado o dia internacional do meio ambiente. E como toda boa data comemorativa tem a função de manter o tema vivo na memória coletiva, seja por seus avanços ou por sua luta constante, provocar a conversar no bar, no carro, na trabalho, na escola, na família e com os amigos é fundamental.

No mercado, muitas marcas também aproveitam para falar de suas iniciativas. Campanhas relacionadas à água, florestas, reciclagem, mudanças climáticas, energia, biodiversidade entre tantas temáticas ganham a consistência de marcas de diferentes segmentos como, Ambev, Unilever, Accor, Natura, Coca Cola, YPE e Colorado.

Créditos: divulgação

Interessante observar como a natureza pode nos inspirar mais do que a gente imagina. A biomimética, uma área da ciência que se inspira na natureza para desenvolver funcionalidades úteis aos seres humanos, já produziu bons exemplos que vão do velcro às turbinas whalepower. Dito de modo simples é a imitação da vida. Nesse contexto, conservar a biodiversidade das florestas, ou seja, quanto mais rico e diverso for o ecossistema, mais benefícios teremos para a vida. Sim, existe uma interdependência entre nós seres vivos diversos.

Inspirados pela natureza, faz todo sentido exercitarmos um princípio simples e muito eficiente da educação ambiental: conhecer para preservar. Num contexto humano, temos falado que quanto mais diverso o ambiente em que vivemos mais criativos e inovadores seremos. Sendo assim, insisto que precisamos também respeitar e valorizar o ser humano diferente.

Nesta semana verde, convido todos a respeitar e valorizar a diversidade da vida. Sejamos todos mais coloridos.