Uma agenda positiva para o Brasil no SXSW

Uma agenda positiva para o Brasil no SXSW

Wal Flor

02 Março 2018 | 14h38

Na próxima semana começa um dos maiores festivais de inovação do mundo, o South by South West, mais conhecido como SXSW. Fundado em 1987 em Austin, Texas, o SXSW é conhecido como um festival que celebra a convergência das indústrias interativas, cinematográficas e musicais, além de apresentar milhares de sessões, exibições, exposições e uma variedade de oportunidades de networking. O festival mostra que as descobertas mais inesperadas ocorrem quando há diversidade de assuntos e pessoas que se conectam para discutirem e viverem experiências reais e que vão pautar o nosso futuro.

Com uma boa participação na audiência do festival, os brasileiros já são a 2ª maior delegação internacional. Entretanto, em conversas com organizadores no ano passado, veio a provocação: “Queremos ver o Brasil no palco. Estamos felizes com a participação dos brasileiros como audiência, mas o país tem muito mais para apresentar para o mundo”.

Como gosto de um desafio e nosso lema na Lynx é “missão dada é missão cumprida”, saímos de Austin com esta lição de casa e, juntos com a Storymakers e outros parceiros do ecossistema de inovação brasileiro, iniciamos a nossa jornada.

Como melhorar a reputação do Brasil no maior festival de criatividade e inovação do mundo e atrair mais investimentos para o país?

Assim nasceu o Brazil inspires the future, uma plataforma que visa compartilhar com o mundo como marcas e empreendedores do Brasil estão lidando de forma criativa e inovadora com os grandes desafios globais da nossa sociedade. Nesta jornada, juntaram-se a nós Ambev, Embraer, Natura, APEX e a Holding Clube. Vamos participar de várias sessões, discutindo com parceiros globais temas como: Social Impact, Intelligent Future, Tech&Startups e Experience Design.

Em conversas recentes com a mídia brasileira que cobre o evento, percebemos a repercussão que a iniciativa está provocando e o interesse e desejo destes veículos em cobrir o Brasil que dá certo. O papel deles é fundamental para inspirar brasileiros e equilibrarmos as notícias negativas do nosso país. Assim, juntos, apresentamos uma perspectiva positiva que nos dá esperança de um futuro melhor.

E com todos estes esforços, os resultados já começam a aparecer, bem antes do festival começar: para 2018, o número de participantes brasileiros já atinge um novo recorde e ultrapassa 2017. E, finalmente o Brasil vai ter, nesta edição, a sua melhor presença no palco do festival. Uma tendência que só tende a crescer.

Com um time e parceiros incríveis, tenho muito orgulho de construir esta causa para o país e fazer parte dessa história. Nas próximas semanas este blog terá convidados especiais, como os representantes da Natura, Embraer e Ambev, para discutirmos sobre essa participação e importância do Brasil que inspira o futuro. Aguardem.