Dicas para a economia compensar na hora da compra

Dicas para a economia compensar na hora da compra

Economia & Negócios

14 Setembro 2015 | 13h48

Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Até na hora de economizar é preciso ficar atento para o resultado não ser frustrante. Por exemplo, adquirir alimentos na promoção sem atentar para o prazo de validade, pode fazer com que você tenha de se desfazer dos produtos sem os consumir. Veja abaixo alguns cuidados:

1) Antes de comprar, avalie sempre os alimentos serão consumidos no prazo, se as condições de armazenamento indicadas serão respeitadas, e se a economia com as embalagens “tamanho família” compensará o risco de não utilizar todo o produto.

2) Nem sempre os produtos em promoção são os mais baratos. Acostume-se a olhar a prateleira de forma cuidadosa antes de escolher o que vai levar. Divida o preço do produto pela quantidade descrita na embalagem.

4) Há casos em que vale mais a pena comprar dois pacotes de biscoito de 50 gramas do que um de 100 gramas.

5) Calcule o preço do produto por unidade de medida (metro, litro ou quilo) para comparar os de embalagens de tamanhos diferentes.

6) Cafezinhos, sucos, iogurtes e patês são alguns dos produtos oferecidos nos supermercados para degustação gratuita. Alguns consumidores comem, bebem e se sentem na obrigação de comprar ao menos uma destas mercadorias. Acabam, então, comprando algo desnecessário, não planejado e, às vezes, mais caro do que a marca que costumam adquirir. Nesses casos, a solução é conter a gula e os gastos.

Descubra em animação as armadilhas de alguns supermercados para fazer o consumidor comprar mais do que planejou.

Mais conteúdo sobre:

compraConsumocompraConsumo