Mundo digital confiável?

Economia & Negócios

27 Fevereiro 2017 | 11h44

As preocupações com a  segurança e privacidade do consumidor  no mundo digital levou a Consumers International, entidade que  reúne associação de consumidores em 120 países, incluindo o Brasil,  a escolher  como tema deste ano para o Dia Mundial do Consumidor em 15 de março: “Construir um mundo digital em que  os consumidores possam confiar”. #BetterDigitalWorld.

Entre os desafios estão: como estabelecer o acesso à internet para os muitos consumidores que não estão conectados, como melhorar a qualidade dos serviços,  e como torná-los confiáveis, principalmente quanto aos dados  compartilhados online.

Os benefícios da tecnologia digital são inquestionáveis, incluindo melhor comunicação, acesso à informação  e mais poder de escolha e conveniência. Mas as entidades de defesa do consumidor se preocupam  que hajam regras claras quanto a reparação on-line, escolhas e segurança online.

O Dia Mundial dos Direitos do Consumidor é uma oportunidade para promover os direitos básicos de todos os consumidores, exigindo que esses direitos sejam respeitados e protegidos, e uma chance de protestar contra os abusos de mercado e as injustiças sociais que minam esses direitos.


O serviço de rastreamento de celulares , por exemplo,  levanta sérias preocupações de segurança e privacidade do consumidor , na medida em que os usuários autorizam o compartilhamento de seus dados, inclusive de localização. Mas qual a saída? Se não autorizar o uso de seus dados, o internauta não pode usar os serviços. No Brasil temos o Marco Civil da Internet para garantir nossos direitos.