Após agências, Banco do Brasil faz ajustes na direção geral

Após agências, Banco do Brasil faz ajustes na direção geral

Coluna do Broadcast

02 Fevereiro 2018 | 09h16

O Banco do Brasil, que anunciou ajustes na rede de agências no final do ano passado, agora mira a diretoria geral da instituição. Para isso, espera cortar 200 pessoas em diferentes cargos. O movimento, anunciado ontem, vem em linha com outras ações do banco, que está debruçado em ser mais eficiente e cortar gastos. Com a nova iniciativa, o quadro da direção geral do BB deve passar a ser o menor dos últimos anos, representando 8,3% do quadro operacional do banco.

Na mira. A redução de cargos na diretoria geral do BB também chegará em executivos, gerentes de divisão e assessores. E a maior parte do corte deve atingir Brasília. O banco também quer reduzir quadros em suas unidades estratégicas e, por conta disso, vai reabrir o programa de adequação de quadros (PAQ) por mais 19 dias. Procurado, o BB confirma os ajustes e destaca que “reviu a dotação de unidades da Direção Geral com o objetivo de obter mais eficiência operacional”. De acordo com o banco, “os ajustes incluem a redução de funções comissionadas e a reabertura do PAQ, que possibilita que funcionários em funções que estejam em excesso sejam priorizados na ocupação de outros cargos ou possam, como alternativa, solicitar o desligamento da empresa com incentivo financeiro”.

Siga a @colunadobroad no Twitter