Após ataques, Zurich fará seguro para risco cibernético no Brasil

Coluna do Broadcast

01 Junho 2017 | 05h00

A suíça Zurich vai engordar a lista de seguradoras que atuam no segmento de riscos cibernéticos no Brasil. O ingresso da companhia neste segmento ocorre 15 dias após o grande ataque em massa registrado em dezenas de países. Até agora, apenas a AIG, que trouxe o produto para o Brasil em 2012, e a XL, que no passado teve uma joint venture com o Unibanco, atuavam no setor. Diante da propagação dos riscos cibernéticos, a expectativa do mercado é de que mais seguradoras passem a atuar neste segmento. Dentre as candidatas, estão as americanas Chubb e Argo, a alemã Allianz, a italiana Generali e ainda a fintech (startup do setor financeiro) Thinkseg, do ex-BTG Pactual André Gregori.

Siga a @colunadobroad no Twitter