Banco Original coloca aplicativo PicPay, de pagamentos, à venda

Banco Original coloca aplicativo PicPay, de pagamentos, à venda

Coluna do Broadcast

21 Novembro 2017 | 05h00

O Banco Original teria colocado à venda sua participação no aplicativo PicPay, com foco no setor de meios de pagamentos. O eventual negócio ocorre a reboque da desova de ativos que o grupo que controla a instituição, a J&F, dos irmãos Batista, fez após envolvimento na Operação Lava Jato.

Alinhada
Fundada em 2012, a PicPay é uma carteira de pagamentos eletrônica. A fintech, startup do setor financeiro, cresceu com a atração de clientes que fogem das taxas cobradas em transferências bancárias como TED e DOC. O Original investiu na empresa em 2015, quando passou a integrar o grupo de sócios junto aos fundadores e investidores-anjos. Na época, o foco era alinhar o negócio ao seu slogan de banco digital. Para isso, encarou, inclusive, problemas operacionais da empresa.

Não mais
Agora, porém, o foco do Original em relação à PicPay teria mudado após o envolvimento da J&F na Lava Jato. Desde então, o grupo já se desfez de outros ativos, como a empresa de calçados Alpargatas, dona das Havaianas, parte da companhia de celulose Eldorado e a Vigor. Rumores sobre eventual venda do próprio Original também circularam no mercado, mas até agora nada foi oficializado. Procurado, o banco negou a venda da PicPay.

Siga a @colunadobroad no Twitter