BB reforça braço de banco de investimento, de olho em oferta de ações

Coluna do Broadcast

06 Dezembro 2017 | 05h00

Enquanto avalia os prós e os contras de segregar a sua área de banco de investimentos, o Banco do Brasil está reforçando seu braço de mercado de capitais, de olho nas ofertas de ações que têm movimentado o setor. Neste ano, já foram precificadas 21 operações, ultrapassando, assim, o volume total dos últimos três anos, quando 17 captações foram registradas. A expectativa do BB Investimentos é de que em 2017 o volume levantado por empresas via oferta de ações alcance a casa dos R$ 47 bilhões.

Laçados. De olho nesse movimento, o Banco do Brasil realizou um evento para formar diretores financeiros (CFOs, na sigla em inglês) de empresas de capital fechado, mas que, eventualmente, estejam no caminho da bolsa. O treinamento, organizado pelo BB Investimentos em parceria com a B3, envolveu todas as etapas do processo de abertura de capital, desde o preparo da companhia até a precificação da oferta e as obrigações de uma empresa com ações listadas.