Com mais startups, StartSe prevê mais que dobrar lucro em 2018

Coluna do Broadcast

27 Outubro 2017 | 05h00

A StartSe, ecossistema brasileiro de startups dos ex-XPs Marcelo Maisonnave, Eduardo Glitz e Pedro Englert, espera mais do que dobrar lucro e receita em 2018 em relação a este ano. A companhia, que começou há dois anos com resultados tímidos, projeta receitas de R$ 40 milhões e lucro operacional de R$ 10 milhões no próximo ano. De 9 mil startups cadastradas em 2017, pretende alcançar 15 mil no ano que vem.

Atentos. Na carteira de clientes da StartSe estão grandes bancos e empresas em busca de gênios da inovação para atualizar seus próprios negócios. O apetite não para por aí. A própria StartSe tem sido assediada por pesos pesados. Mas os sócios, por enquanto, estão focados em outro objetivo: a criação da primeira Bolsa Brasileira de startups.

Siga a @colunadobroad no Twitter