Cooperativa agrícola norte-americana CHS coloca ativos no Brasil à venda

Coluna do Broadcast

13 Julho 2017 | 05h00

A CHS, maior cooperativa agrícola dos Estados Unidos, estrutura a venda de ativos no Brasil e já contratou profissionais para isso. Alguns eventos recentes, envolvendo a recuperação judicial da Seara Agroindustrial, têm deixado os executivos da cooperativa descontentes. O processo foi suspenso na Justiça do Paraná, onde corre o caso, a pedido de um banco credor, para verificação de eventual fraude no balanço da Seara Agroindustrial.

Reincidente. A dívida da Seara soma cerca de R$ 2,7 bilhões e a CHS é credora de aproximadamente R$ 650 milhões. Outro grande credor é o Rabobank, com exposição de mais de R$ 250 milhões, seguido por Bradesco, Caixa, Banco do Brasil e Indusval. Procurada, a CHS nega que esteja vendendo ativos no Brasil e diz que o único desinvestimento estudado é a participação em uma instalação de processamento de girassol na Argentina.

Siga a @colunadobroad no Twitter