Crédito lastreado em duplicata atinge recorde de R$ 664 bi em 2017

Crédito lastreado em duplicata atinge recorde de R$ 664 bi em 2017

Coluna do Broadcast

01 Março 2018 | 05h00

As operações de crédito lastreadas em duplicatas, incluindo estruturas como Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC), atingiram o patamar recorde de R$ 664 bilhões em 2017, 37,5% acima do registrado no ano anterior. O levantamento é da Central de Registro de Direitos Creditórios (CRDC), que faz a verificação e gestão de duplicatas. Somente o crédito tomado por meio de FIDC e factorings somou R$ 300 bilhões no ano passado.

Concentração. A maior parte do crescimento é resultado de operações de grandes empresas, que oferecem menor risco às instituições. Na plataforma da CRDC, que inclui pequenas e médias empresas, o volume das operações de crédito lastreado em duplicata subiu 87% em 12 meses e chegou a R$ 10 bilhões no fim de 2017.

Siga a @colunadobroad no Twitter