Credores de bônus da Odebrecht adiam comitê de representação

Credores de bônus da Odebrecht adiam comitê de representação

Coluna do Broadcast

02 Maio 2018 | 18h53

Os credores dos bônus da Odebrecht Engenharia e Construção (OEC) desistiram, por enquanto, de organizar um comitê de representação para eventual reestruturação de sua dívida. Uma teleconferência com credores foi desmarcada hoje pela G5/Evercore e pelo Pinheiro Neto Advogados na qual estavam previstas discussões sobre os próximos passos a serem tomados, após o não pagamento no dia 25 de abril dos R$ 500 milhões de bônus e também de juro relativo ao bônus 2025 da companhia. Credores decidiram não criar um novo evento negativo e dar mais tempo à empresa para concluir as negociações para a obtenção de um empréstimo de cerca de R$ 2 bilhões que busca junto ao Bradesco e ao Itaú Unibanco.

Vale lembrar
A companhia não honrou o pagamento dos bônus, de um total de R$ 500 milhões, no último dia 25, mas faz uso de um período de 30 dias que diz ter de carência para cumprir o compromisso. G5/Evercore e Pinheiro Neto Advogados representam no Brasil o fundo abutre Aurelius como credores da Oi. Procurados, G5 e Pinheiro Neto não se pronunciaram.

Siga a @colunadobroad no Twitter