Crescimento de startups aquece negócios no setor jurídico

Coluna do Broadcast

30 Julho 2017 | 05h00

O número cada dia maior de startups está aquecendo nichos jurídicos. O BNZ for Startups, área criada há sete meses pelo escritório Braga Nascimento e Zilio Advogados, já atendeu mais de 20 startups desde que abriu as portas. Além de auxílio nas questões jurídicas, o foco também tem sido aproximá-los de parceiros.

Conselho
Os principais motivos que levam as startups a procurar esse tipo de assessoria são contratos em geral (70%), propriedade intelectual (10%), questões tributárias (10%) e assuntos trabalhistas (10%).

Siga a @colunadobroad no Twitter