Crise política eleva aversão de investidores estrangeiros ao Brasil

Coluna do Broad

19 Maio 2017 | 05h00

O presidente de uma importante gestora de recursos, com mais de US$ 3 bilhões em aplicações, suspendeu bem no meio a sua agenda de conversas com investidores estrangeiros. Após as delações da JBS, o nível de aversão ao Brasil voltou a crescer e tirou o apetite do capital estrangeiro pelo País. O executivo fez uma apresentação em Nova York, na quarta-feira, para captar dinheiro destinado à compra de ativos imobiliários no Brasil. Na ocasião, a receptividade foi muito boa, sustentada pelas notícias de recuperação da economia. Hoje, porém, cancelou viagem para Chicago, onde teria nova rodada com investidores. “Quando me perguntarem quem é o presidente do Brasil, eu respondo o que?”, ponderou. (Circe Bonatelli)

Siga a @colunadobroad no Twitter

0 Comentários