Depois de racha entre sócios, Victoria Capital tem cisão

Depois de racha entre sócios, Victoria Capital tem cisão

Coluna do Broadcast

03 Dezembro 2017 | 05h00

Um racha provocou a cisão do fundo de private equity Victoria Capital. Com isso, parte dos sócios se desligarão do fundo. Ao menos até o divórcio, o fundo, que foi aberto em 2006, mantinha escritório na Argentina e Colômbia, além do Brasil. A estratégia, agora, é levantar capital para um novo fundo destinado ao País, mas que também olhará ativos na América do Sul, para dar um pontapé a esse recomeço.

Recomeço. Comenta-se no mercado que o fundo poderia até mesmo mudar de nome após concluir o processo de separação. Conforme dados que constam no site do private equity, os tipos de investidores que prevalecem no fundo são family offices e fundos de pensão, com grande concentração na América do Norte. Dentre as empresas em que o fundo investe está a fabricante de lâmpadas FLC, um caso que hoje está em arbitragem, devido a divergências do fundo com os antigos donos, o Grupo Oncoclínicas e Elemidia. Procurada, a Victoria Capital não comentou.

Siga a @colunadobroad no Twitter