Eletrobras prepara captação externa para primeira janela de 2018

Eletrobras prepara captação externa para primeira janela de 2018

Coluna do Broadcast

06 Dezembro 2017 | 05h00

A Eletrobrás estuda retomar uma captação externa de dívida, o que pode acontecer na primeira janela de 2018, no começo do ano, após a Cemig fechar com sucesso uma captação de US$ 1 bilhão em bônus no exterior. Bradesco e Bank of America Merril Lynch (BofA) já foram, inclusive, contratados para conduzir o processo.

Favorável
A operação, se concretizada, ajudará a estatal a compor seu programa de reestruturação, que envolve a privatização e que, provavelmente, ocorrerá no segundo semestre de 2018. Com os recursos captados em nova emissão, a Eletrobrás estaria apta a alongar, por exemplo, US$ 1,750 bilhão de dívida representada por bônus que vencem em 2021. De janeiro até hoje, emissores brasileiros levantaram cerca de US$ 30,5 bilhões no exterior, incluindo o Tesouro, montante que já supera o total de 2016.

Com a palavra
Procurada, a Eletrobrás informou que estuda e avalia diversas iniciativas que possam contribuir para atingir as metas do Plano Diretor de Negócios e Gestão.

Siga a @colunadobroad no Twitter