Estrangeiros veem excesso de burocracia no voto a distância da Vale

Estrangeiros veem excesso de burocracia no voto a distância da Vale

Coluna do Broadcast

04 Outubro 2017 | 05h00

Acionistas minoritários estrangeiros da Vale estão incomodados com a burocracia necessária para que possam votar na assembleia da mineradora, que definirá o nome dos primeiros conselheiros independentes da companhia, a serem escolhidos daqui a 15 dias. A percepção é de que o excesso de documentos pedidos afastará muitos investidores não residentes. O alerta é do presidente da Amec, associação que representa os acionistas minoritários no Brasil, Mauro Cunha.

Siga a @colunadobroad no Twitter