Fechar negócio com chineses passa a levar mais tempo

Coluna do Broadcast

09 Julho 2017 | 05h00

Mudanças recentes nas regras de investimento no exterior impostas pelo governo chinês para companhias privadas do país estão aumentando em cerca de três meses o tempo para o fechamento de transações de aquisição. Para vendas que exigem celeridade, o fato pode representar um problema.

Cuidado
No entanto, não é só o tempo o novo desafio para companhias brasileiras que estão vendendo ativos. Para evitar lavagem de dinheiro chinês, o governo do país asiático está mais rígido na autorização de saída de recursos da China para aquisições de ativos imobiliários, shoppings, hotéis, arenas e clubes de futebol.

Siga a @colunadobroad no Twitter