Banco Central vai incluir corretoras no cadastro do Sistema Financeiro Nacional

Banco Central vai incluir corretoras no cadastro do Sistema Financeiro Nacional

Coluna do Broadcast

18 Junho 2017 | 05h00

Começa em 16 de agosto a primeira fase da inclusão das corretoras, distribuidoras e instituições de crédito e financiamento no CCS, o cadastro de clientes do Sistema Financeiro Nacional. O CCS faz parte da lei criada em 2003, que trata da prevenção à lavagem de dinheiro. O movimento sinaliza maior escrutínio do Banco Central a players do mercado financeiro que estão fora de seu campo de visão. Atualmente, são obrigados a cumprir a lei só os bancos comerciais, múltiplos e de investimentos.

Preparo
A Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias (Ancord), a Associação Brasileira de Bancos (ABBC) e a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi) terão de enviar ao BC uma lista com todas as instituições associadas dos respectivos segmentos. Na segunda etapa, a partir de 16 de novembro, o BC poderá pedir detalhes, como bens e direitos e valores constantes em nome dos clientes.

Siga a @colunadobroad no Twitter