Independente, Concrejato mira ocupar espaço de grandes na infraestrutura

Independente, Concrejato mira ocupar espaço de grandes na infraestrutura

Coluna do Broadcast

13 Fevereiro 2018 | 05h00

Independente do Grupo Concremat, responsável pela construção da ciclovia Tim Maia, que desabou no trecho da Avenida Niemeyer em abril de 2016, a Concrejato Engenharia espera dobrar seu faturamento em cinco anos. Na mira da companhia, que segue carreira solo desde o início do ano passado, está justamente o espaço aberto pela ausência das grandes empreiteiras após a Operação da Lava Jato em novos mercados como o de obras industriais e de infraestrutura. No ano passado, a Concrejato, com 40 anos de estrada, faturou R$ 190 milhões, cifra 44% maior que a vista em 2016.

Calendário

Apesar de ter enxugado sua operação para sobreviver à crise no setor de construção, a Concrejato está à frente de projetos importantes como as quatro estações da Linha 15 do Metrô-SP, cujo acabamento e estrutura metálica serão entregues no mês que vem. No segmento de restauro do patrimônio histórico, uma das tradicionais áreas de sua atuação, espera concluir em 2018 as restaurações da Biblioteca Nacional e do Palácio Capanema, no Rio de Janeiro, e a reconstrução do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo.

Siga a @colunadobroad no Twitter