Kinea, do Itaú Unibanco, volta a demonstrar interesse na Besni

Kinea, do Itaú Unibanco, volta a demonstrar interesse na Besni

Coluna do Broadcast

11 Janeiro 2017 | 05h00

BESNI SÃO PAULO/SP 19/12/2006 GERAL/JT OPINIAO Fachada e calçadas no entorno da loja Besni, de calçados, recém inaugurada na Av. Parada Pinto, esq. c/ Peha Brasil. Foto MONALISA LINS/AE

(Foto: Monalisa Lins/Estadão)

A Kinea, braço de investimento do Itaú Unibanco, voltou a analisar a aquisição da Besni, varejista de roupas e calçados que possui faturamento perto de R$ 1 bilhão. Há alguns anos, o fundo teria tentado levar a empresa, mas o negócio não vingou. Ao todo, são 37 lojas em São Paulo.

Peça rara

Se avançar, a compra da Besni será um raro caso de boas novas no mercado de fusões e aquisições no varejo de moda. Especialistas no setor consideram que o interesse dos fundos se arrefeceu em meio ao consumo fraco nos últimos dois anos e à deterioração dos resultados financeiros das companhias. (Com Dayanne Sousa)

0 Comentários