Gyra+ vai financiar vendedores do Mercado Livre

Coluna do Broadcast

13 Agosto 2017 | 05h00

Enquanto os grandes bancos seguem seletivos para emprestar, a Gyra+ vai oferecer capital de giro aos vendedores do Mercado Livre a partir de setembro de forma online. A Gyra+ nasceu de uma joint venture, formada por dois ex-executivos do StanChart e do Goldman Sachs, com a MR Presta, que já oferece esse serviço à plataforma do Mercado Livre no México e na Argentina.

Fonte
No final de agosto, a Gyra+ dá início a uma série de emissões privadas de debêntures que até meados de 2018 chegarão a R$ 20 milhões, para levantar os recursos que serão repassados. Em mira estão vendedores com faturamento mensal entre R$ 30 mil a R$ 1 milhão. As linhas terão tíquete médio de R$ 30 mil e prazo máximo de 12 meses, a um custo comparável às linhas de crédito pessoal e para microempresas dos grandes bancos.

Bilionário
O público potencial para esse serviço é grande. Em 2016, o Mercado Livre somou vendas em torno de US$ 5 bilhões. Para avaliar o risco do tomador do crédito, a Gyra+ usará o algoritmo que analisa o dado histórico dos vendedores.

Stelleo Tolda, do Mercado Livre no Brasil Foto: Clayton de Souza/Estadão Conteúdo


Siga a @colunadobroad no Twitter