Mondial pode ter que deixar de vender fritadeiras elétricas

Coluna do Broadcast

21 Abril 2017 | 05h00

A Mondial teve um revés em sua briga com a Philips sobre as fritadeiras elétricas. Uma decisão na 2ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro determinou que a empresa deixe de comercializar os produtos (modelo AF 01) que remetam aos desenhos industriais registrados pela Philips no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

Inspiração

Uma das alegações é de que a Mondial reproduz em seu produto, ainda, a marca “Air Fryer”. A briga teve início em 2012, com uma ação movida pelo escritório Daniel Legal & IP Strategy. A Mondial informa que o processo segue em curso, sem definição, e que não há discussão sobre a possibilidade da retirada de suas fritadeiras do mercado.

Siga a @colunadobroad no Twitter

0 Comentários