Nova tentativa da Unidas para IPO deve demorar

Coluna do Broadcast

15 Fevereiro 2017 | 05h00

bovespa_marcio_blog

(Foto: Márcio Fernandes/Estadão)

Depois de mais uma tentativa frustrada de abertura de capital, uma nova empreitada da locadora de veículos Unidas vai demorar. Uma das apostas, aliás, é de que os fundos de private equity sócios da empresa, Kinea, Gávea e Vinci, vendam o restante de suas participações para a Enterprise Holdings, uma gigante global do setor, que já havia comprado uma fatia detida pelos fundos ano passado.

Ficou para trás
A oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da Unidas foi cancelada porque o mercado não conseguiu absorver duas aberturas de capital do mesmo setor na mesma janela. Dias antes de a Unidas cancelar sua ida à Bolsa, a Movida, sua concorrente direta, emplacou seu IPO. Teria pesado ainda o fato de os sócios da Unidas não terem aceitado reduzir o preço das ações, como fez a Movida.

Outro lado
Comenta-se no mercado, no entanto, que houve sim a intenção da empresa em reduzir o preço das ações para a abertura de capital sair do papel. Os bancos que trabalharam na oferta teriam chegado a oferecer a investidores um valor por ação cerca de 20% menor do que o proposto inicialmente. Sem demanda, contudo, a redução não foi oficializada.

Siga a @colunadobroad no Twitter