Oi aproveita prazo extra para “ensaiar” assembleia de credores

Oi aproveita prazo extra para “ensaiar” assembleia de credores

Coluna do Broadcast

25 Outubro 2017 | 05h00

Com o adiamento da assembleia geral de credores de 23 de outubro para 10 de novembro, a Oi aproveitou o espaço livre no pavilhão do Riocentro, que havia alugado, para fazer um ensaio dos trâmites no próprio local. A ideia foi testar a infraestrutura e repassar o ritual que terá apresentação do plano, manifestação de credores e votação. Essas etapas serão orquestradas por um “mestre de cerimônia” do escritório Arnoldo Wald, administrador judicial do processo. Além de representantes do escritório, participaram do ensaio, feito no dia 23, diretores da tele, incluindo o presidente, Marco Schroeder.

Hora do show
A assembleia da Oi é a maior da história brasileira, envolvendo 55 mil credores, e ganhou status de grande evento. O local tem capacidade para receber 6 mil pessoas e está equipado com três telões de dez metros de altura à frente do público, além de um telão em cubo centralizado no alto do pavilhão – como os vistos em shows e esportes indoor. Para a votação, foram espalhados cem totens eletrônicos. A assembleia dará o direito de fala por dez minutos para credores sorteados e para aqueles com mais de R$ 500 milhões a receber. (Circe Bonatelli)

Foto: Divulgação Oi/Paula Johas

Siga a @colunadobroad no Twitter