Petrobras retoma emissão de debêntures cancelada em 2015

Petrobras retoma emissão de debêntures cancelada em 2015

Coluna do Broadcast

04 Agosto 2017 | 05h00

A emissão de R$ 5 bilhões de debêntures anunciada pela Petrobrás na semana passada retoma operação cancelada em 2015, no furacão da Operação Lava Jato e de rebaixamentos da classificação de risco do País. Agora, mesmo diante da crise política que o Brasil atravessa, a transação chega mais forte ao mercado. Tanto que a série de cinco anos remunerada pelo CDI, taxa de referência do mercado financeiro equivalente à Selic, já carrega prêmio de 1,10%, inferior ao da emissão de 2015, quando estava em 1,85%.

Semelhanças e diferenças
Outra diferença em relação à operação anterior é de que ao invés do BB Investimentos como coordenador líder, a emissão atual tem o Itaú BBA na função. Agrega também o Safra ao grupo de bancos coordenadores de 2015, composto ainda por Bradesco BBI, BTG Pactual e Banco Votorantim. Uma semelhança é que, assim como em 2015, a emissão tem garantia firme dos bancos.

Siga a @colunadobroad no Twitter