Raízen pretende captar cerca de US$ 750 mi em bônus

Raízen pretende captar cerca de US$ 750 mi em bônus

Economia & Negócios

09 Maio 2018 | 04h00

A Raízen tem na mesa uma operação de bônus para captar cerca de US$ 750 milhões, que pode chegar ao mercado externo até o final de junho. Os recursos seriam canalizados para pagar a compra dos ativos de refino e distribuição da Shell na Argentina, fechada em abril. Na transação, o desembolso foi de US$ 950 milhões.

Se o mercado deixar
As condições do mercado de dívida externo, no entanto, não estão favoráveis para esse tipo de captação nos últimos meses. A percepção dos agentes de que o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) pode acelerar o aperto do juro nos Estados Unidos, a guerra comercial no exterior e o recente descompasso na Argentina têm elevado o custo de captação para as empresas. Mas bons nomes, como o da Raízen, sempre podem encontrar espaço, já que, embora mais seletivos, os investidores continuam atrás de opções de melhor retorno. Procurada, a Raízen não comentou.

Siga a @colunadobroadcast no Twitter