Receitas de gestores devem seguir em queda globalmente nos próximos anos

Receitas de gestores devem seguir em queda globalmente nos próximos anos

Economia & Negócios

11 Maio 2018 | 04h00

As receitas de gestores de ativos vem caindo globalmente e devem manter esse ritmo nos próximos anos, de acordo com o Boston Consulting Group (BCG). Pelos cálculos da consultoria, a margem de lucro dos gestores deve ceder da média de 38% no ano passado para 36% em 2021.

Pode ser pior. Mas o BCG não descarta que as margens recuem para até 27%, caso haja uma correção de baixa nos mercados financeiros. O estudo diz ainda que os gestores enfrentam desafios relacionados à tecnologia e compliance, o que também consume receitas, em consequência dos custos envolvidos.

Siga a @colunadobroad no Twitter