Redes de ensino e fundos disputam ativos de ensino básico

Redes de ensino e fundos disputam ativos de ensino básico

Coluna do Broadcast

22 Outubro 2017 | 05h00

Escolas de ensino infantil, fundamental e médio estão no radar para fusões e aquisições, após a onda de aquisições de universidades. Além de gigantes como a Kroton, miram o setor gestoras como Carlyle, Vinci e Educas, que têm prospectado escolas no sul, sudeste e centro-oeste do País. O segmento conta ainda com nomes de peso como a Eleva, holding de educação básica do Gera Venture Capital, do bilionário Jorge Paulo Lemann, e a SEB, de Chaim Zaher. Procurados, Vinci e Carlyle não comentaram e o Educas não retornou. (Dayanne Sousa)

 

Siga a @colunadobroad no Twitter