Sanepar entra em reta final e deve ter sucesso em conversão de ações

Sanepar entra em reta final e deve ter sucesso em conversão de ações

Coluna do Broadcast

15 Novembro 2017 | 05h00

O processo para a conversão das ações preferenciais em units (depósitos de ações) da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) entrou na reta final. E, pelo andar da carruagem, será um sucesso. Assim, o governo do Paraná deverá encerrar a semana com grandes chances de conseguir levar em frente seus planos de lançar uma oferta de ações para vender uma fatia de sua participação na empresa ainda em dezembro, reforçando seu caixa. Para o governo emplacar a venda de ações da Sanepar, tem de fazer a conversão. Cálculos de mercado apontam que detentores de ao menos 30% das ações preferenciais já aceitaram a conversão. Até sexta, 17, a empresa precisa alcançar a fatia de 40%. Itaú BBA e Bank of America Merrill Lynch estão debruçados no assunto e dedicados a conversar com os acionistas, em especial os estrangeiros. O maior acionista minoritário da Sanepar é a Copel, com 10,8% das ações sem direito a voto.

No caminho
A XP Gestão, uma das maiores acionistas minoritárias da Sanepar com cerca de 5% das ações preferenciais da empresa, já tornou público que converterá suas ações PNs em units. Em carta, a gestora recomenda, ainda, que outros acionistas façam o mesmo. A XP diz que, entre idas e vindas, e com a postura firme de minoritários, houve evoluções na governança corporativa da Sanepar, principalmente em torno de uma maior transparência em relação a ajustes tarifários. Destaca, no entanto, que o trabalho ainda não acabou. Procurada, a Sanepar não comentou por estar em período de silêncio.

Siga a @colunadobroad no Twitter