Substituição de Wesley Batista é debatida em reunião do Conselho de Administração

Substituição de Wesley Batista é debatida em reunião do Conselho de Administração

Coluna do Broadcast

13 Setembro 2017 | 20h15

A troca do presidente da JBS após a prisão preventiva de Wesley Batista foi discutida em reunião do Conselho de Administração da empresa que ocorreu hoje, mas o assunto não avançou. Os advogados do executivo informaram os membros do colegiado que já apresentaram pedido de habeas corpus e que confiam na sua liberação, uma vez que não é comum a ordem de prisão preventiva por insider trading no Brasil. Assim, a reunião do Conselho teve caráter mais informativo sobre os eventos do dia, que iniciou com a prisão de Wesley Batista.

Candidatos

Dentre os cotados para assumir a presidência da JBS, assunto este que já estava em pauta mesmo antes do evento de hoje, está Gilberto Tomazoni, que ocupa hoje a função de presidente global de operações da JBS e é uma das principais apostas do mercado. Falam ainda em José Batista Júnior, irmão mais velho de Wesley e Joesley e conhecido no mercado como “Júnior Friboi”. Ele, porém, é tido como menos provável, uma vez que também é da família. Os nomes de Gilberto Xandó, que era diretor presidente da Vigor e foi nomeado em junho para o conselho de administração da JBS, e de André Nogueira, ex-Banco do Brasil e que toca as operações da JBS nos EUA, foram mencionados no mercado. Procurada, a JBS não comentou. (Com Camila Turtelli)

Siga a @colunadobroadcast no Twitter