Zaher conversa com Bradesco e Santander para elevar fatia na Estácio

Zaher conversa com Bradesco e Santander para elevar fatia na Estácio

Coluna do Broadcast

16 Julho 2017 | 05h00

O empresário libanês Chaim Zaher, dono do grupo SEB, conversa com Bradesco e Santander para aumentar a sua participação na Estácio, após a negativa do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para a aquisição da empresa pela Kroton. Juntamente com sua filha, Thamila Cefali, Zaher é o maior acionista individual da Estácio, com cerca de 10%. Ele quer ter posição de controle na companhia, com poder suficiente para conduzir a Estácio como consolidadora no segmento.

Bala na agulha
Mas Zaher, que também tem mantido conversas com fundos e sistemas de ensino, ainda não decidiu que caminho vai trilhar. O martelo deve ser batido apenas em agosto. Na ocasião da negociação com a Kroton, a Estácio foi avaliada em R$ 5,5 bilhões. No entanto, o ativo atrai outros olhares. O fundo norte-americano Advent também analisa a compra. Há ainda os interessados naturais, como Ser Educacional e Somos. Procurados, Zaher, Estácio e Advent não comentaram.

Siga a @colunadobroad no Twitter