Como prever o futuro das suas finanças pessoais

Como prever o futuro das suas finanças pessoais

Canal Econoweek

09 Março 2018 | 09h41

Muito provavelmente você deve estar se perguntando, o que o Econoweek vai me ensinar dessa vez? Curso para Mãe Dináh? Alguma espécie de leitura de cartas? Ou o quê? Como é que eles sabem das minhas finanças pessoais?

Pois é! O título dessa matéria é em decorrência da importância do tema que iremos abordar aqui. Finanças pessoais é um tema legal, mas existe uma ciência na economia que explica muito por trás das finanças, como por exemplo, os motivos de os juros subirem ou caírem, antecipando possíveis movimentos das próprias finanças pessoais. Além do que, a maioria dos educadores financeiros nem imaginam como isso funciona.

No vídeo logo abaixo, nós do Econoweek abordamos exatamente esse tema.

Essa ciência se chama Macroeconomia e são poucas as pessoas que sabem o que ela estuda e, pior ainda, como ela ajuda muito a explicar a situação que cada um vive. A macro, como é chamada nos rincões da faculdade de economia, estuda a economia de um modo agregado, buscando explicações para o comportamento dos somatórios de vários indicadores da economia.

Um exemplo prático sobre o que estamos falando acima e que vem assolando a vida das pessoas é o desemprego. Não é raro que a desculpa para demitir uma pessoa seja redução de custos. Isso pode vir a ser apenas uma desculpa esfarrapada? Sim, mas também pode ter uma explicação na macroeconomia.

Os macroeconomistas analisam o desemprego de uma maneira agregada e não a falta de trabalho de apenas uma pessoa, avaliando o percentual de pessoas que perderam o emprego na sociedade. Ou seja, os índices de desemprego são ótimos exemplos de indicadores macroeconômicos.

Atualmente o desemprego brasileiro elevado tem muito a ver com a expectativa de quanto o Brasil iria decrescer. Alguns empresários esperam o volume de vendas diminuir para demitir funcionários, mas os mais antenados reagem à expectativa de que a demanda irá diminuir e antecipam tal movimento, reduzindo seus quadros de funcionários.

A macro é uma ferramenta que pode servir de arma pra você, e não apenas para empresários. A macroeconomia é a explicação para muitas coisas e se nós, funcionários, tentarmos antecipar o movimento podemos melhorar nossa qualidade de vida.

Um piloto de carro, que visualiza um muro a 2 km de distância pode e deve começar a desacelerar o carro para não bater de frente. O mesmo é análogo à macroeconomia. Se for conhecida a possibilidade de uma grande crise, podemos começar a fazer uma poupança para enfrentar esta crise, mesmo que se seja demitido.

Muitos economistas usam o termo “miopia” para descrever as pessoas. A miopia é a incapacidade de enxergar de longe, e assim dizem que as pessoas são míopes e superestimam ganhos no futuro. Ou seja, acham que vão ganhar muita grana e acabam ganhando menos.

Com a poderosa macroeconomia na mão, você está colocando um óculos de grau e começando a prever o futuro das suas finanças pessoais. Assim, seja a Mãe Dináh das suas finanças e preveja o futuro usando a Macroeconomia.