Roubo de celular! Fazer seguro vale a pena?

Roubo de celular! Fazer seguro vale a pena?

Canal Econoweek

16 Fevereiro 2018 | 10h34

O carnaval é uma das principais festas brasileiras (se não a maior) e com ela se evidenciou uma nova tendência de crime: o furto de celular!

No vídeo aqui embaixo, o pessoal do Econoweek fala mais sobre isso e também sobre o seguro que surgiu para proteger este produto tão caro. Será que vale a pena fazer um seguro para o seu smartphone?

Um celular top de linha pode custar entre 3 e 7 mil reais, no caso de um iPhone 10, e um intermediário não sai por menos de mil reais. É mais que um salário mínimo! Um prejuízo muito grande se você for roubado.

Para isto e para outros fins, como proteção contra acidentes, as operadoras e seguradoras estão oferecendo proteção para o seu aparelho, que pode varia de R$ 2,99 ao mês e R$ 100,00, dependendo do valor do seu aparelho e do tipo do seguro que você quiser, além de algumas seguradoras variarem o preço de acordo com a sua idade e onde você mora.

Além disso, vale lembrar algumas coisas que é melhor você saber antes de contratar o seguro:

1) você será ressarcido no valor original do aparelho, mesmo que ele já custe bem menos que isso, o que é legal;

2) você não será ressarcido se esquecer o celular em algum lugar e nunca mais o encontrar;

3) na maior parte das vezes, só é coberto roubo e furto sob ameaça ou se abrirem sua bolsa pra te roubar. Se você esquecer ele no balcão do bar dando mole e pegarem sem você perceber, o seguro não te ressarcirá;

4) o seguro só cobre danos acidentais. Se a sua namorada jogar ele na parede ou na privada, também não será ressarcido;

5) também há uma franquia em seguro de celular. É como um seguro de carro: se você for acionar o seguro, vai ter que pagar uma franquia que varia de 15% a 30% do valor do aparelho.

Mas, e aí? Será que vale a pena fazer seguro para celular? E a resposta é: depende!

Neste caso, é igualzinho ao caso do seguro de carro: tem gente que acha que não vale a pena e gente que acha que vale.

Falando apenas financeiramente, de maneira bem objetiva, o seguro só terá valido a pena caso você precise acioná-lo. Se bater o carro, se o roubarem ou se ele quebrar e forem te acudir. Caso contrário, você poderia pensar: Poxa! Paguei e nem usei!

E é justamente aí é que está o equívoco!

Mesmo se você não precisar usar o seguro, você estará tranquilo o tempo inteiro,sabendo que se alguma coisa acontecer, você não vai incorrer em prejuízo. De todo modo, esta é uma avaliação pessoal. Tem quem pague por isso e quem prefira correr o risco, mas economizar.

Pensando nisso, algumas seguradoras oferecem outros benefícios para todo mundo, mesmo que não acione o seguro. Como sorteios mensais de celulares novos e serviço de pegar o celular na sua casa e levar até o seu trabalho, caso você esqueça.

Enfim, tomar cuidado hoje infelizmente é mandatório. Então temos que evitar usar o celular em lugares públicos, estando desatentos para gatunos nos furtarem. Ou mesmo deixar o celular no bolso de trás, a vista de todos, por exemplo. Todo cuidado é pouco, afinal, o seu celular não custou pouco.

E você? Já foi roubado ou já teve seu celular quebrado? Já fez seguro para o seu smartphone ou outro gadget? Conta aqui nos comentários.