Receita libera quarto lote de restituição do Imposto de Renda
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Receita libera quarto lote de restituição do Imposto de Renda

Lote contempla 2,119 milhões de contribuintes, totalizando mais de R$ 2,4 bilhões; o crédito estará disponível a partir do dia 15

Economia & Negócios

08 Setembro 2015 | 08h49

Site da Receita Federal. Foto: Agência Brasil

Site da Receita Federal. Foto: Agência Brasil

Agência Brasil

(Texto atualizado às 9 horas)

A Receita Federal liberou nesta terça-feira, 8, às 9 horas, a consulta ao quarto lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2015. O lote contempla 2,119 milhões de contribuintes, totalizando mais de R$ 2,4 bilhões.

Desde junho, quando foi liberado o primeiro lote, o número de contribuintes com direito a restituição chegou a 6.816.763, quase 60% do estimado neste ano, informou o supervisor do Imposto de Renda, Joaquim Adir.

O valor total depositado na rede bancária é superior a R$ 9,302 bilhões e, como ocorre todos os anos, serão liberados sete lotes regulares. O crédito ficará disponível a partir do dia 15. Foram liberadas também declarações dos exercícios de 2008 a 2014 que estavam retidas na malha fina.

A consulta estará disponível na página da Receita na internet ou por meio do Receitafone 146. A Receita disponibiliza ainda aplicativo para tablets e smartphones com a mesma função.

Os contribuintes que não foram listados nos lotes anteriores de restituição e têm dúvida sobre os dados enviados devem verificar no extrato de processamento da declaração se não há pendência ou inconsistências que causem a retenção na malha fina. O procedimento pode ser feito no Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal (e-CAC). Se não for cadastrado, é só informar os números dos recibos de entrega das declarações dos exercícios referentes às declarações ativas das quais o contribuinte seja titular.

A restituição ficará disponível durante um ano. Se o resgate não for feito no prazo, deverá ser requerido por meio do Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC , no serviço extrato de processamento, na página da Receita na internet.