1. Usuário
Assine o Estadão
assine

quarta-feira 15/04/15 16:40

FMI ajusta projeção do PIB brasileiro, mas continua atrasado

A projeção do FMI para a evolução da economia, no novo "World Economic Outlook" foi a que mais recuou entre todos os países analisados, mostrando que a instituição já estava atrasada em suas previsões no começo do ano. Ao estimar agora retração de 1% para 2015. o FMI continua atrasado, em relação ao consenso do mercado, que converge para recuo de 1,5%.

Ler post
quarta-feira 18/03/15 19:52

Informalidade de volta

Já são três meses consecutivos de contração na criação de vagas no mercado formal de trabalho e a tendência é de que o encolhimento prossiga. Diante disso, a ainda relativamente baixa taxa de desemprego, medida pelo IBGE, se explica pelo aumento da informalidade e de trabalhadores por conta própria.

Ler post
sábado 17/01/15 11:44

Discriminação tributária

O fenômeno da terceirização de serviços e, mais especificamente, da contratação de pessoas disfarçadas em empresas individuais – os conhecidos “PJs” – não é exclusivo do Brasil. Mas aqui, ao longo dos últimos anos, a “pejotização” avançou mais firme, mais fundo e mais rápido do que em outros países. Os dados desagregados mais recentes da

Ler post
sexta-feira 02/01/15 15:45

Ajuste e retranca na economia

A economia está em forte desequilíbrio e isso é constatável pela combinação de crescimento quase nulo com inflação no teto da meta. O normal, quando o crescimento é baixo, é que a alta de preços perca força e a inflação dê trégua, quando não ameace com as sombras de uma deflação, como ocorre na Europa.

Ler post
quarta-feira 24/12/14 17:28

Convergência sujeita a revisões

Sai “parcimônia” e entra “fazer o que for necessário” para levar a inflação ao centro da meta, em 2016. Do Relatório Trimestral de Inflação (RTI), referente ao quarto trimestre de 2014, esta é a principal mensagem extraída pelos analistas de mercado. Colocadas no tradutor de “coponês” – o idioma peculiar do Comitê de Política Monetária

Ler post
sábado 06/12/14 12:41

Mais um ano no teto

Mais uma vez e apesar dos pesares a variação da inflação baterá na trave, mas também em 2014 não deverá ultrapassar, no fim do ano civil, o teto da meta. A alta do IPCA em novembro ficou em 0,51%, acima da variação de outubro, mas abaixo das previsões dos analistas, facilitando o fechar o ano

Ler post