Dilminha na disputa do El Ojo

Marili Ribeiro

08 Novembro 2011 | 11h15

 

Uma das peças publicitárias em disputa pelos prêmios do prestigiado festival El Ojo de Iberoámerica, que ocorre em Buenos Aires até quarta-feira, tem como garota-propaganda a presidente Dilma Roussef.

 Para anunciar o aplicativo de celular iPhone para o jornal La Republica de Montevidéu, a agência de propaganda uruguaia Publicis Impetu criou o mote “a realidade da voltas inesperadas”, por isso mesmo, baixe o serviço noticioso do jornal e não fique por fora do que importa.

 A série de anúncios, que está no portal YouTube, usa imagens jornalísticas que registram viradas surpreendentes. Entre elas está a foto de Dilma quando foi presa e fichada na polícia, nos tempos de revolucionária, e, depois, com a devida faixa presidencial do Brasil.


Outras peças imagens da campanha não concorrem a prêmios no El Ojo. Caso, por exemplo, de uma em que o melhor jogador de futebol do mundo, o argentino Messi, aparece festejando o campeonato para o time Barcelona, e, na seqüência, outra com ele ele cabisbaixo, com a camisa 10 do selecionado argentino, após perder o mundial.

 Há outra ainda em que o presidente francês Nicolas Sarkozy cumprimenta euforicamente o então ditador Kadafi e depois, aparece uma que exibe o palácio do próprio em chamas após ser bombardeado na Líbia.

Os publicitários uruguaios estão apostando na Dilminha para voltar para casa com o troféu da 14ª edição do Festival Internacional El Ojo. Ao todo foram inscritos na competição cinco mil trabalhos publicitários.