Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Economia & Negócios

Economia » Dirigir com Havaianas dá multa

Economia & Negócios

Marili Ribeiro

02 Dezembro 2010 | 17h08

A crônica de costumes em que está se transformando a série de anúncios criados pela agência AlmapBBDO, para as sandálias de borracha Havaianas, ganhou mais um divertido capítulo. O novo comercial, que entra no ar hoje, além de brincar com o típico repertório dos machistas nativos, alerta para não se dirigir de sandálias de dedo. Veja bem, não é exatamente crime. Mas é infração, que resulta em multa e mais quatro pontos na carteira.

No filme comercial, o belo ator de novelas Henri Castelli surge na Estrada da Prainha, na zona Oeste do Rio de Janeiro, com dois amigos de volta da praia. É parado por um guarda rodoviário, que vai logo perguntando se eles carregam alguma arma. Um dos amigos, metido a engraçadinho, faz piada e diz que tinha “um canhão”, mas que eles já haviam deixado a namorada do outro amigo em casa. Ignorando a piada, o guarda informa que vai multá-los por estarem dirigindo de Havaianas.

A infração está no artigo 252. Para marcar o fato, o comercial será exibido com um letreiro pedindo aos espectadores que respeitem as leis de trânsito.

No comercial, Castelli tenta driblar a multa argumentado se é crime dirigir de Havaianas. O guarda, deliciosamente interpretado Ronaldo Reis Quaresma Teixeira não deixa barato: “É infração. Crime é você namorar a Fernanda Vasconcellos e ir à praia com dois marmanjos”.

FORA DO AR

A série já enfrentou reclamações e teve um de seus melhores anúncios retirados do ar  em nome dos bons costumes. Foi o delicioso comercial em que uma senhorinha sugere  à neta  que transe com o ator Cauã Reymond, pois para isso não  precisa casar.  O clima em cena é família e a vovó soa doce no seu conselho atrevido. Mas, mesmo assim, saiu de veiculação após reclamações de consumidores e encaminhamento para processo no Conar, o conselho de autorregulamentação do meio publicitário.

Desta vez, como tem até um recomendação de incentivo ao uso de sapato correto para dirigir, vamos torcer para que nenhum chato entre em ação e acabe com o bom humor da publicidade nacional. Há também o risco de algum “canhão” se sentir atingida. Olha, entendam, é só brincadeirinha, tá?

Encontrou algum erro? Entre em contato