1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Ministério da Agricultura abre 796 vagas; salário chega a R$ 12.539

Hugo Passarelli

21 janeiro 2014 | 13:47

Texto atualizado às 17h13

O Ministério da Agricultura publicou nesta terça-feira, 21, o edital de abertura de concurso público para seleção de 796 novos funcionários. Há vagas para todos os níveis de formação e o salário varia entre R$ 3.729 e R$ 12.539.

As inscrições começam no dia 3 de fevereiro e terminam em 6 de março e devem ser realizadas pela internet no site da organizadora, a Consulplan, www.consulplan.net. A data prevista para realização da prova é 4 de maio. Haverá questões discursivas e de múltipla escolha. O exame será aplicado em todas as capitais do País.

Na carreira de  Fiscal Federal Agropecuário, há vagas para engenheiro agrônomo (80), farmacêutico (13), químico (22), veterinário (110) e zootecnista (7), todas com remuneração de R$ 12.539, e obrigatoriedade de diploma de ensino superior.

Já para os cargos de  atividades técnicas de fiscalização, as oportunidades são para agente de atividades agropecuárias (50 vagas para ensino médio técnico em agricultura ou agropecuária), auxiliar de laboratório (70 vagas para ensino fundamental), técnico de laboratório (184 vagas para ensino médio técnico em diversas formações) e agente de inspeção sanitária e industrial de produtos de origem animal (100 vagas para ensino médio). O salário é de R$ 5.850,79, com exceção da carreira de auxiliar de laboratório (R$ 3.729,44).

Por fim, há 45 vagas de nível superior e outras 115 de nível médio e médio/técnico que fazem parte do Plano Geral do Poder Executivo (PGPE), com remuneração entre R$ 2.818 e R$ 5.334. Os cargos são para administrador (25); agente administrativo (110); bibliotecário (2); contador (6); economista (4); engenheiro (3); geógrafo (3); psicólogo (2) e técnico de contabilidade (5).

Os aprovados serão distribuídos por 24 unidades da federação: Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Pará, Paraná, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins. Do total de vagas, 46 são reservadas para pessoas com deficiência.