Economia

CDB

Financeiras e pequenos bancos se unem em site de títulos de renda fixa

RDBs, uma espécie de CDBs de instituições menores, são oferecidos com rentabilidade acima do CDI; Poupa Brasil, iniciativa da Acrefi, já conta com cerca de três mil investidores

0

Yolanda Fordelone

20 Março 2016 | 21h57

Se em grandes bancos é preciso ter no mínimo R$ 100 mil para garantir bons retornos, próximos à taxa dos Certificados de Depósito Bancário (CDI), em instituições menores – como pequenos bancos e financeiras – mesmo pequenos investidores conseguem obter rentabilidade acima do CDI. Pensando em dar transparência e democratizar o aceso a produtos de renda fixa, a Acrefi lançou no fim do ano passado o site Poupa Brasil, uma espécie de home broker de Recibos de Depósito Bancário (RDBs).

O funcionamento é semelhante ao do CDB bancário. Como outros títulos de renda fixa  no mercado, o RDB representa a dívida de uma instituição financeira – que no caso do Poupa Brasil é uma financeira ou pequeno banco – com o investidor. No vencimento do papel, o título remunera o investidor pagando-o um porcentual do CDI.

O investimento mínimo é de R$ 1 mil e o prazo, a partir de 180 dias. Se escolher o menor vencimento, o retorno é de 105% do CDI (Veja tabela abaixo). “Trabalhamos com dois pilares: boa rentabilidade, mesmo para os pequenos, e segurança”, diz o diretor executivo do Poupa Brasil, Cláudio Ferro.

Prazo Porcentual do CDI
180 dias 105%
1 ano 110%
2 anos 112%
3 anos 114%
4 anos 116%

O risco da aplicação é o banco ou financeira ter dificuldade e não pagar o título. Mas todos os RDBs têm cobertura do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), em até R$ 250 mil por CPF. Ou seja, se a instituição quebrar, o governo garante o pagamento do título até este limite. Apesar da garantia de até R$ 250 mil, o Poupa Brasil estabelece o limite de R$ 100 mil por título. “Se um investidor aplica R$ 300 mil, por exemplo, dividimos a aplicação em três títulos, de três instituições, de R$ 100 mil cada um”, explica Ferro.

O investidor não escolhe a instituição que vai aplicar. Funciona como um carrossel: cada interessado cai em um RDB de modo que as carteiras fiquem balanceadas. Atualmente, o título é oferecido por dez financeiras e dois bancos.

Segundo o site, não há carência para o resgate, mas se a pessoa quiser sacar os recursos antes do vencimento sofre uma punição na rentabilidade. Recebe 90% do CDI na quantia resgatada. “Se houver mais dinheiro aplicado, ele continua rendendo o acordado, não há diminuição de taxa”, afirma. Até agora, há cerca de 3 mil investidores na plataforma

Mais conteúdo sobre:

Comentários