Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Economia » Inflação do chocolate soma 15% em um ano e exige atenção do consumidor na hora de escolher o ovo

Economia & Negócios

Economia

CHOCOLATE

Inflação do chocolate soma 15% em um ano e exige atenção do consumidor na hora de escolher o ovo

Nas prateleiras, diferença de preços de um mesmo ovo chega a 219% segundo pesquisa do Procon-SP

0

Economia & Negócios

24 Março 2016 | 09h14

choc1

A inflação não perdoou nenhum produto e no caso do chocolate gerou uma alta de preços de 15,1% em um ano. Na hora de ir às compras nesta Páscoa, atenção redobrada: além do aumento do preço, a diferença de valores é enorme. Chega a 219% no interior de São Paulo e a 125,48% na capital, segundo pesquisa do Procon-SP.

No levantamento, a maior diferença de preços foi encontrada em Araçatuba, onde uma barra de chocolate Aero de 101g da marca Garoto custava R$ 1,99 em uma loja e em outra, R$ 6,35.

Nos ovos de Páscoa a maior diferença encontrada foi de 125,74%, em Sorocaba. Os ovos Carrossel (c/maleta) e Galinha Pintadinha ao Leite (c/maleta) de 170g da marca Village foram encontrados por R$ 34,99 em um estabelecimento e por R$ 15,50 em outro.
Em São Paulo, a maior diferença entre os ovos foi de 125,48% nos ovinhos de chocolate ao leite (recheios: trufas, brigadeiro, ao leite e morango) de 110g da Montevérgine. O preço variou de R$ 3,10 a R$ 6,99.
Ao todo, o Procon pesquisou o preço em 107 lojas, entre os dias 29 de fevereiro e 3 de março.
Leia mais:

Mais conteúdo sobre:

Comentários