Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Economia & Negócios

Economia » Planalto apaga post que relacionava medida trabalhista a ‘Tempos Modernos’

Economia & Negócios

As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Planalto apaga post que relacionava medida trabalhista a ‘Tempos Modernos’

Estrelado por Charles Chaplin, longa de 1936 faz uma dura crítica à exploração da mão de obra; post causou revolta na internet

0

Economia & Negócios

08 Julho 2015 | 13h16

Por Natália Cacioli

As redes sociais podem ser importantes aliadas para mostrar informalidade e se aproximar do público, mas é preciso cuidado redobrado com a mensagem que se deseja passar. O Palácio do Planalto caiu nessa armadilha na noite desta terça-feira, 7, ao colocar uma foto de Charles Chaplin em “Tempos Modernos” para ilustrar uma explicação sobre o Plano de Proteção ao Emprego.

Um letreiro sobre a foto celebrava a redução da jornada de trabalho e a manutenção do emprego. Mas o tirou acabou saindo pela culatra. Marco na história do cinema, “Tempos Modernos” faz uma dura crítica às péssimas condições de trabalho e aos meios de produção. No longa de 1936, Carlitos chega a ter um colapso nervoso por trabalhar excessivamente.

O gênero cômico do filme, portanto, não torna a situação engraçada. E, por isso, o “meme” com a foto de Chaplin transmitiu a mensagem oposta à intenção do Planalto.

O Plano de Proteção ao Emprego, anunciado na segunda-feira, é uma tentativa do governo de frear as demissões no País. A taxa de desemprego subiu para 6,7% em maio (em dezembro, estava em 4,3%), e alguns economistas esperam que o nível de desocupação chegue a 10% em 2016.

A Medida Provisória (MP) 680 permite a redução da jornada de trabalho e dos salários em até 30%. Para o funcionário, contudo, o salário será cortado em até 15%, já que haverá complementação do valor com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Em troca do benefício, a empresa deve oferecer estabilidade ao empregado durante a contratação do plano.

Mas os internautas não perdoaram a falha de comunicação do Palácio do Planalto e o post no Facebook foi inundado por comentários sobre a escolha infeliz. Percebido o erro, a publicação foi apagada e substituída por outra – mais genérica, mais séria e sem foto. Apenas com um infográfico.

Procurado, o Palácio do Planalto informou que a publicação foi retirada do ar por “inadequação ao conteúdo pretendido”.

“O post na página do Palácio do Planalto no Facebook sobre o Programa de Proteção ao Emprego visava destacar a ação do governo, construída em parceria com empresas e sindicatos, para assegurar o emprego de trabalhadores em momento de dificuldades temporárias”, explicou a Secretaria de Comunicação Social, em nota.

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentarios