Descubra se você consegue se aposentar investindo só em renda fixa

Descubra se você consegue se aposentar investindo só em renda fixa

Sílvio Guedes Crespo

27 Março 2018 | 11h02

Sabia que investindo R$ 1.000 por mês no Tesouro Direto, ao longo de 30 anos, a tendência é que você consiga uma “aposentadoria” de cerca de R$ 2.500 por mês?

Pode ser surpreendente para muita gente, mas é verdade. Este é um dos dados que levantei para apresentar na Semana da Aposentadoria, de 9 a 13 de abril.

Se for investir em CDB, é possível conseguir uma aposentadoria um pouco maior, de cerca de R$ 2.800 por mês, conforme a tabela abaixo. Mas o risco nesse caso é um pouco mais alto.

Os dados consideram que a pessoa vai investir durante 30 anos e depois fazer retiradas mensais por 35 anos. Ou seja, os números da tabela não se referem a uma renda vitalícia. Se quiser um período maior de retiradas (por exemplo, 40 anos), seria necessário investir um valor maior por mês, ou então investir durante mais que 30 anos.

Conforme os números indicam, não é tão fácil conseguir uma aplicação de baixo risco que garanta a nossa aposentadoria.

Às vezes a gente fica com a ideia de que aplicando um pouquinho por mês é fácil viver de renda. Recentemente eu li em um grande portal de notícias que, para ter uma renda vitalícia de R$ 5.000, bastaria juntar R$ 1 milhão. Não é verdade.

A notícia dizia que, como R$ 5.000 é 0,5% de R$ 1 milhão, se a pessoa consegue uma aplicação que pague 0,5% ao mês ela terá uma renda vitalícia de R$ 5.000 mensais.

O erro desse cálculo é que ele desconsidera a inflação. Se o investimento render 0,5% ao mês e a inflação ficar em 0,3% ao mês, o rendimento real vai ficar em torno de 0,2% ao mês. Isso dá uma renda vitalícia não de R$ 5.000, mas de R$ 2.000 para quem tem uma aplicação de R$ 1 milhão.

Por isso acaba sendo inviável, para boa parte da classe média, acumular uma quantia que permita uma renda vitalícia. Em vez disso, uma saída é definir por quantos anos você pretende fazer retiradas mensais. E assim ir administrando esse valor durante a vida.

Neste artigo eu dei como exemplo as aplicações de baixo risco mais conhecidas. Na Semana da Aposentadoria vou mostrar também estimativas para outros investimentos, de todos os níveis de risco, e responderei perguntas dos participantes. Se você tiver interesse, seja muito bem-vindo! Basta se inscrever clicando aqui. A participação é gratuita.

Ao se inscrever, você vai receber a planilha que eu usei para fazer os cálculos deste artigo. Não sei se você pretende investir R$ 1.000 por mês, conforme as simulações da tabela acima, ou se pretende outro valor. Na planilha, é possível colocar o valor que você quiser e ter uma estimativa mais próxima da sua realidade.