Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Economia & Negócios

Economia » Dicas para manter o foco em crescimento

Sua Carreira

Dicas para manter o foco em crescimento
As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dicas para manter o foco em crescimento

Investir em mídia digital, revisar processos, criar novos produtos e serviços estão entre as alternativas apontadas por empreendedores

CRIS OLIVETTE

02 Janeiro 2017 | 07h12

Pedro Pereira de Freitas, presidente da seguradora American Life

Pedro Pereira de Freitas, presidente da seguradora American Life

Manter os negócios nos trilhos em 2016 não foi tarefa fácil para ninguém. Agora, no início do novo ano, empreendedores comentam como estão se preparando para crescer em 2017.
CEO da agência digital Novos Elementos, Celso Fortes afirma que um objetivo importante que espera alcançar neste ano é explorar da melhor forma a internet, para influenciar consumidores digitais.
“Os usuários estão muito mais focados em conteúdos úteis. As ações de marketing devem ter alta qualidade para serem convertidas em vendas. Elas devem ser capazes de conquistar a atenção e estimular os consumidores a terem relações reais com a marca.”
Fortes acrescenta que diante da crise muitos se preocupam em conquistar novos consumidores, esquecendo o bem mais valioso que têm. “Clientes que já estão no portfólio da empresa são fundamentais para o desenvolvimento da marca. É possível crescer com clientes antigos, basta oferecer novos serviços e produtos para que o consumo aumente”, diz.
Ofertar novos produtos é a estratégia da American Life Companhia de Seguros. “Ainda no primeiro trimestre lançaremos um produto inovador. O American Life Care, um seguro de vida voltado a familiares de pessoas portadoras de deficiência física ou mental, que são dependentes financeiramente de seus familiares por toda a vida”, conta o presidente da empresa, Pedro Pereira de Freitas.
Segundo ele, outra novidade será a regulação de sinistro com o uso da tecnologia. “Daremos um gigantesco passo para agilizar o processo e torná-lo mais transparente.”
Freitas conta que a cultura do seguro no Brasil ainda tem muito espaço para crescer. “O brasileiro acha que seguro é um produto caro e complexo. Nosso desafio é inverter essa lógica e mostrar que há produtos acessíveis. Temos, por exemplo, seguros de vida que podem se contratados por R$ 25,00 ao ano.”

Renan Perantoni, diretor executivo da One Laudos

Renan Perantoni, diretor executivo da One Laudos

Com 27 funcionários e dois anos de mercado, a One Laudos mantém equipe médica que presta serviço de análise de exames de imagem e produção de laudos. Segundo o diretor executivo, Renan Perantoni, 2016 foi um ano intenso.
“Iniciamos mudanças tanto de pessoas quanto de processos e implementamos novos sistemas para que possamos trabalhar melhor as informações geradas. Também nos preparamos para entregar soluções específicas aos clientes e não apenas um pacote fechado. Isso tudo nos fortaleceu para que possamos enfrentar 2017”, afirma.
Criada no início de 2016, a protect Soluções oferece serviços de telefonia celular, saúde ocupacional, financiamento, consórcios, alarme, monitoramento, entre outros, com foco nos micro e pequenos negócios.
O fundador, Richard de Freitas, diz que em 2017 vai expandir a empresa por meio de franquias. “Pretendemos participar de pelo menos três grandes feiras de franchising, a melhor forma de expor e divulgar a marca.”

Richard de Freitas, sócio fundador da Protect

Richard de Freitas, sócio fundador da Protect

Freitas também prevê investimento em mídia online. “É uma maneira de comunicação eficiente que permite achar as pessoas certas, no momento adequado. Além de servir para atrair potenciais franqueados”, diz.
Presidente da Apetit Serviços de Alimentação, Marcia Mocelin Manfrin diz que faz parte da filosofia da companhia ajudar no desenvolvimento de pequenas empresas. “Entre as dicas que costumo dar, destaco a importância de o empreendedor entender da sua área de atuação. Quanto mais se aprofundar nesse tema, maior será a sua visão sobre como ampliar e diversificar o negócio, facilitando a revisão de custos e processos, bem como a identificação de diferentes formas de entrega.”
Marcia recomenda muita leitura. “Entenda sobre o crescimento da região em que está inserido, outros setores, tendências econômicas, tecnológicas, ambientais etc. Destas análises poderá extrair oportunidades para atuar”, afirma.
A executiva sugere que o empresário defina aonde quer chegar em 2017 e estabeleça metas de curto, médio e longo prazo para atingir o objetivo. “É preciso controlar a ansiedade e não atropelar o tempo. Se necessário, reveja e refaça os planos. Além disso, procure saber quem são os seus concorrentes e o que estão fazendo. No entanto, não os imite. Encontre o seu próprio caminho. Se diferencie no mercado e atraia a atenção dos consumidores”, ensina.

Encontrou algum erro? Entre em contato