12:18


15 de Abril de 2010

 

Patrocinado por




Você está em Economia > AE Mercados
Início do conteúdo

Expectativa com fala de Tombini mantém juros 'de lado'

10 de dezembro de 2013 | 10h 09
FERNANDO TRAVAGLINI - Agencia Estado

SÃO PAULO - Os contratos de juros futuros com liquidez reduzida e pouca movimentação nas taxas exprimem a cautela do investidor antes da fala do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), no Senado Federal, prevista para as 11 horas.

Os investidores aguardam pistas sobre o que fará o Copom no encontro de janeiro. Há uma divisão nas apostas entre uma alta de 0,25 ponto porcentual e a manutenção do ritmo em 0,50 ponto porcentual. Para o mercado cambial, a expectativa diz respeito aos ajustes prometidos pela autoridade monetária para o programa de oferta diária de hedge cambial, cuja continuidade foi garantida por Tombini para 2014.

As taxas dos DI negociadas na BM&FBovespa operam em leve alta. O contrato para janeiro de 2015 era negociado a 10,61%, de 10,58% no ajuste de ontem. Os juros mais longos seguem os yields (retorno ao investidor) dos Treasuries, em leve queda, depois de discursos de três diretores do Fed, na segunda-feira, 9, sinalizarem a retirada dos estímulos no curto prazo.

A questão fiscal doméstica também está no foco. Ontem à noite, o governo avisou líderes da base aliada que não cumprirá o acordo para empenhar R$ 12 milhões em emendas parlamentares de cada deputado e senador neste ano, além de veto ao artigo da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que torna obrigatória a execução de emendas em 2014, o chamado orçamento impositivo. Os líderes presentes avisaram ao governo que, diante do impasse, a aprovação do Orçamento do próximo ano está inviabilizada.

O dólar à vista abriu cotado a R$ 2,3120, em baixa de 0,34%. No exterior, o dólar perdia do euro e do iene, além das moedas commodities. O desempenho segue dados positivos da China. O país anunciou um crescimento de 10% da produção industrial em novembro (ante 10,3% em outubro) e de 13,7% das vendas no varejo (de 13,3% no mês anterior). Ontem, o Banco Central vendeu todos os 20 mil contratos de swap cambial ofertados na primeira operação de rolagem dos títulos que vencem em 2/1/2014. Hoje tem nova rodada.



Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui


Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo