12:18


15 de Abril de 2010

 

Patrocinado por




Você está em Economia
Início do conteúdo

Borges defende modelo oficial para leilões na Câmara

11 de dezembro de 2013 | 12h 49
EDUARDO RODRIGUES - Agencia Estado

BRASÍLIA - O ministro dos Transportes, César Borges, defendeu nesta quarta-feira, 11, a modelagem do governo para o leilão de trechos rodoviários do Programa de Investimentos em Logística (PIL). Ele voltou a rebater as críticas de que se buscava limitar a lucratividade do setor privado com uma Taxa Interna de Retorno (TIR) abaixo das expectativas do mercado.

"Diziam que o governo queria fixar o ganho dos empresários, mas quando você fixa taxa de retorno em 7,2% é só para estabelecer teto das tarifas. O leilão e a expertise das empresas é que determinam a taxa de retorno real", disse Borges, em audiência pública na Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados.

"Com deságios superiores a 40% nos leilões, pode-se dizer que a TIR foi negativa, mas alguém acha que esses empresários entraram para perder dinheiro?", completou.

Trem-Bala

Borges reafirmou que o trem-bala que ligará Campinas a São Paulo e Rio de Janeiro continua nos planos do governo. Ele lembrou que a licitação do empreendimento foi adiada porque apenas a Alstom se mostrou interessada no projeto.

"Vamos procurar mais interessados e o projeto está na linha para o futuro. Se não fizermos o trem de alta velocidade, precisaremos de mais dois aeroportos e uma nova rodovia entre Rio de Janeiro e São Paulo", afirmou.

O ministro disse também que espera que o Tribunal de Contas da União (TCU) possa aprovar ainda este ano o acórdão que permitirá a publicação do edital de leilão do primeiro trecho ferroviário do Programa de Investimentos em Logística (PIL). O primeiro lote que o governo pretende conceder à iniciativa privada liga Lucas do Rio Verde (MT) a Campinorte (GO).

O TCU já marcou sessão extraordinária para a próxima segunda-feira, 16, apenas para analisar os estudos de viabilidade econômica do trecho ferroviário. Borges participa de audiência pública na Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados, onde faz balanço das ações do Ministério e suas autarquias e estatais vinculadas em 2013.



Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui


Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo