12:18


15 de Abril de 2010

 

Patrocinado por




Você está em Economia
Início do conteúdo

Em premiação, Dilma destaca a importância da inovação

04 de dezembro de 2013 | 13h 29
RICARDO DELLA COLETTA E RAFAEL MORAES MOURA - Agencia Estado

BRASÍLIA - A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quarta-feira, 04, que o Brasil é um país de empreendedores e destacou a importância de investimentos em inovação para as pequenas empresas. "Em um país de empreendedoras como o Brasil, é importante que a inovação seja um dos objetivos das pequenas empresas", destacou a presidente, durante cerimônia de entrega da 16ª edição do Prêmio Finep de Inovação, no Palácio do Planalto, em Brasília. O prêmio é um instrumento de estímulo e reconhecimento à inovação no País.

"Todos os premiados merecem nossa admiração e nosso reconhecimento", disse a presidente. "Todos se engajaram em projetos que permitiram alargar as fronteiras do conhecimento e criar as condições para aumentar a competitividade e garantir mais bem-estar ao povo brasileiro". A presidente afirmou que a sociedade brasileira "tem de valorizar e incentivar" os inventores. "Por isso o prêmio Finep é tão importante".

Dilma afirmou ainda que investir em inovação é uma das prioridades de seu governo. "Uma prioridade que perseguimos por meio de políticas de amplo alcance, construídas em articulação com o meio acadêmico e com as empresas". Ela destacou, dentre as políticas citadas para a área, o Plano Brasil Maior, além do aumento de vagas do ProUni e do Fies e na interiorização das universidades federais. "E também num programa que eu acredito ser muito importante, como o caso do Ciência Sem Fronteiras", acrescentou.

"Um dos elementos fundamentais é o plano Inova Empresa, de estímulo à inovação, que mobiliza investimentos de R$ 33 bilhões", disse a presidente. "Nós lançamos editais para todas as áreas estratégicas definidas no Inova Empresa e nós esperamos contratar todos os projetos antes do final do ano", acrescentou. Para Dilma, o Inova Empresa se distingue "pela quantidade inédita de recursos para a inovação e por avançar em aspectos operacionais decisivos".

Ao final de seu pronunciamento, a presidente disse ainda que a competitividade no Brasil vai estar sempre atrelada "à capacidade de gerar inovação e de traduzir a ciência e tecnologia em inovação". "Sabemos também que este é um processo que exige a parceria público-privada. Sabemos que vai exigir toda a dedicação de pesquisadores e de inventores. Cada uma das empresas vencedoras (do prêmio Finep) dá um passo nesta direção, assim como cada um dos pesquisadores", concluiu.



Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui


Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo