12:18


15 de Abril de 2010

 

Patrocinado por




Você está em Economia
Início do conteúdo

Marlboro eletrônico chega sem o cowboy que fumava demais

Philip Morris lança seu e-cigarro, mas sem os famosos vaqueiros fumantes que morreram de câncer

11 de junho de 2013 | 16h 58
AP

RICHMOND, VIRGÍNIA - A fabricante de cigarros Altria Group, que produz o Marlboro, lançará o seu primeiro cigarro eletrônico com a marca Markten, para ampliar a sua oferta de produtos sem nicotina e sem fumo.

A Altria, dona da maior fabricante de cigarros dos Estados Unidos, a Philip Morris, anunciou nesta terça-feira, 11, os detalhes da entrada da sua filial NuMark no novo mercado de rápido crescimento. O primeiro cigarro Markten chega ao mercado americano em agosto.

O mercado de cigarros eletrônicos já conta com mais de 250 marcas no mundo e analistas estimam que já movimenta US$ 1 bilhão por ano. Alguns arriscam que o consumo de cigarros eletrônicos poderá superar os tradicionais na próxima década.

A Altria é a mais recente entre as principais fabricantes de cigarro americanas a vender cigarros eletrônicos. A estratégia das empresas faz parte da tendência do setor de buscar diversificação com novos produtos além dos cigarros tradicionais.

A indústria de tabaco vem sofrendo pressões fortes de campanhas contra o fumo, aumento de impostos, proibição de cigarro em locais fechados e estigma social contra os fumantes.

A empresa com sede em Richmond, na Virginia, negou-se a informar se planeja lançar o produto em outras regiões ou se vai fazer campanhas na televisão do produto eletrônico, uma vez que os cigarros tradicionais sofrem restrições para anunciar na televisão.

A marca Marlboro fez história na publicidade com o personagem 'Homem de Marlboro', o famoso cowboy fumante que foi ao ar entre os anos 1954 e 1999. Criado pela agência de propaganda Leo Burnett, o homem da 'terra de Marlboro' era parte da estratégia de popularizar os cigarros com filtro, considerados femininos na época do seu lançamento.

Dois atores interpretaram o Homem de Marlboro, Wayne McLaren e David McLean. Ambos morreram de câncer no pulmão, o que levou a marca Marlboro Reds a ganhar o apelido de  'Cowboy killers' (Assassinos de Cowboys).

E-cigarros

Os cigarros eletrônicos são dispositivos que funcionam com uma bateria que esquenta  uma solução líquida de nicotina, criando um vapor que os usuários inalam. Os adeptos dizem que os cigarros eletrônicos resolvem tanto o vício da nicotina quanto o hábito de fumar.

  Osfumantes inalam a nicotina sem as quatro mil substâncias químicas presentes nos cigarros comuns. Mais de 45 milhões de americanos fumam  cigarros, e aproximadamente a metade tentam deixar de fumar a cada ano, segundo os centros de controle e prevenção de doenças.

O MarkTen é um cigarro eletrônico descartável, mas pode ser reutilizado com um kit de recarga da bateria e cartuchos adicionais de tabaco nos sabores tradicional ou menta.

O cigarro eletrônico é fabricado na China e deve ser vendido por cerca de US$ 9,5. O Líquido dos cartuchos é produzido nos Estados Unidos.

Na semana passada, a Reynolds American, dona da segunda maior fábrica de cigarros dos Estados Unidos, anunciou que lançará uma versão renovada do seu cigarro eletrônico Vuse, em julho. A Lorillard, terceira maior do país, comprou o fabricante de cigarros eletrônicos Blu Ecigs em abril do ano passado.





Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui


Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo